Olhar Comum » Arquivo » 14/05/11 – beto batata em luto

14/05/11 – beto batata em luto

casadobeto_altoda15_foto_gilsoncamargo_curitiba14_05_111

Às vésperas de completar 12 anos, Espaço Cultural Beto Batata fecha as portas após ação integrada da prefeitura e do governo estadual numa ação truculenta da polícia por um único motivo: a música.

link para matéria “Ação policial fecha bar Beto Batata” – Gazeta do Povo/PR, 15/05/11

casadobeto_altoda15_foto_gilsoncamargo_curitiba14_05_11a3

CLIQUE E OUÇA – Fanfarrão
Língua Madura
Composição: Antônio Thadeu Wojciechowski, Octavio Camargo, Bárbara Kirchner e Carlos Kaspchack

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

toda casa tem que ter a sua música
para o dono da casa cantar e se alegrar
e para os vizinhos poderem sonhar
com uma vida melhor
uma vida sem ter que mudar
de lado na cama sofrendo acordado
por não saber participar

se amanhã eu pego cedo no trabalho
caralho, que vida difícil
uma tortura sem fim, um suplício, esse ofício
de viver e trabalhar para ganhar o pão de cada dia
um salário tão chinfrim
mas não sinta pena de mim
porque eu tenho a melodia

e a noite mal começou
a maioria dos amigos ainda está por chegar
e a noite mal começou
tem muita gente vindo pro barulho aumentar
e a noite mal começou



71 comentários para “14/05/11 – beto batata em luto”

  1. Janes Rodriguez disse:

    vocês conhecem o poema “Na primeira noite eles arrancam uma flor do nosso jardim, e não dizemos nada…” Pois bem: Beto Richa vem com essas posturas autoritárias há anos. Expulsou músicos da rua, limitou o espaço da arte popular, reduziu espaços públicos, privatizou o prédio histórico da Prefeitura onde funcionava o museu… Quando era vice de Taniguchi, juntos fizeram barbaridades contra a população sem moradia que lutava por esse direito. Sempre com uso da força, sempre com truculência. Nunca as vitimas encontraram um eco de solidariedade contra esses arbítrios. Nas eleições proibiu a divulgação de pesquisas eleitorais, e agora, há um mês mantém, pela terceira vez, o Blog do jornalista Esmael Moraes sob censura. Há quem não goste do Esmael, mas proibi-lo de fazer seu trabalho porque não suporta criticas, fala mais do caráter do governador que qualquer discurso.. Prenderam gente e fecharam bar no Carnaval porque brincar Carnaval na rua nessa cidade é pecado. Vocês não perceberam que as igrejas e o paradigma do pecado e do silêncio obsequioso vão se impondo sobre essa cidade? É a contenção, repressão e controle agindo ao mesmo tempo para se ter uma população reprimida, contida, triste, controlada. E submissa. A arte pode ser libertadora. E de repente as pessoas podem começar a ver a mediocridade que elegeram como governante. A truculência contra o Beto Batata é só mais uma nas práticas rotineiras que orientam ideologicamente e politicamente esse governo. Se não houver reação a altura ele ficará mais quatro anos submetendo a todos a privação de liberdade, em condição de liberdade vigiada. Essa é a concepção de democracia, ordem cidade “da gente” expressa por esse grupo politico. Muda o voto, Curitiba! Esse grupo já não consegue esconder a que veio.

  2. jan disse:

    “cada casa tem que ter a sua música
    para o dono da casa cantar e se alegrar
    e para os vizinhos poderem sonhar
    com uma vida melhor
    uma vida sem ter que mudar
    de lado na cama sofrendo acordado
    por não saber participar”

    já dizia LÍNGUA MADURA

  3. Arthur disse:

    arbitrariedade total!!!! Estou chocado!!!

  4. Zé Araucaria disse:

    Zé Araucaria

    Na quinta feira antes do Carnaval de 2011, estava tocando no bar ao Distinto Cavalheiro, quando derepente apareceu alguns PMs, dizendo que o som tava muito alto e que tinham ordem para mandar parar a música e ou fechar o Bar, a música não estava tão alta, havia no local varios advogados, e até um juiz, que se manifestaram, mas usaram da cautela para não complicar ainda mais a situação, o dono do Bar foi preso, houve um certo tumulto a música teve que parar os músicos ficaram também revoltados pois tocavam só marchinhas e samba de carnaval, tentanto resgatar a história do carnaval, mais uns moradors mal humurados e sei lá talvez mal amados, ligaram para os homens pedindo para deixarem de patrulhar a cidade e ir até o Bar para acabar com a música alta, pode…..não sei o que deu depois disso, mas mostra a falta de compreenção e cultura de um povo, o horário era mais o menos 20h45 nem era 22h pode.pode…. agoara fecham esse maravilhoso lugar onde lá toquei também, porque…porque..mil vezes porque….só eles sabem, vão prender bandidos, cuidar da segurança da cidade que tá precária…

  5. Leo disse:

    Sei que é uma p@$% sacanagem, e que tem muito mais coisa importante a ser feita. Mas não moro ao lado de um bar/restaurante/casa de shows… vai saber, será que o barulho não atrapalha mesmo a vida de quem mora perto? … Até onde sei, depois das 22h ninguém tem direito de produzir sons que perturbem a vizinhança (e isso é subjetivo, o melhor jazz do mundo pode incomodar se você precisa dormir cedo). Então, se o local não tem isolamento e tem música depois das 22h, tá fora da lei, né não? :-\

  6. Leo disse:

    Só pra constar,lei ruídos urbanos:
    http://domino.cmc.pr.gov.br/contlei.nsf/4661c5926d05cf08052568fc004fc17f/866e67c345e747a203256cc40064984f?OpenDocument

  7. Marcelo R. disse:

    Beto, tenho uma sugestão!
    Porque não transforma o restaurante em uma “casa” dançante para executivos ou aluga para uma igreja evangélica? Aí você chama um vereador para ser sócio e tá tudo certo, o que acha? O ponto ali é bom viu! Garanto que vai ter sussego da polícia!

  8. Taissa disse:

    O ambiente do Beto é o que mais atrai a todos. Ambiente esse construído com base na cultura. Até agora não consigo entender como o problema poderia ser o barulho se nós, quando estamos em um dos ambientes do restaurante, não conseguimos escutar os sons que vêm do outro ambiente no mesmo restaurante. Irônico…semana passada mesmo estava pensando que agradável passar na frente do Original Beto Batata e ouvir aquela música boa vinda de algum lugar. Vinda de um lugar que é, pra mim, o jardim secreto bem no meio da cidade.

  9. Juliana disse:

    Não consigo acreditar em tamanha violência. Porque a mesma atitude em locais realmente de alta periculosidade (pista do ambiental), que possui elementos perigosos de todos o níveis, não é realizado? Afinal de que lado a justiça está? A troco de que a violência foi praticada em um espaço familiar e cultural? Enquanto o perigo que mora ao lado aumenta progressivamente, com direito a reunião de arruaceiros, brigas (violência gratuita) e assaltos da qual já fui vítima.
    É O FIM DOS TEMPOS.

  10. Rudi disse:

    Sem comentários… Aliás, apenas um: LAMENTÁVEL !!!!

  11. Ana Caldas disse:

    Ter ou não ter alvará não é pressuposto para chegar com 15 viaturas policiais, expulsar as pessoas, desrespeitar os frequentadores – familias, crianças…Truculência nunca foi um bom método para fazer valer lei alguma. Esta é questão. E não esqueçam a mesma Prefeitura que hoje trata o Espaço Cultural Beto Batata dessa maneira, usou dele para realizar a Virada Cultural há poucos meses atrás. Para isso serve? Para o resto, é selvageria.

  12. Leni Henz disse:

    O que está acontecendo nesta cidade?
    Tem um ponto de compra e venda de drogas nos fundos do Teatro Guaíra (Rua Tibagi), Há bastante tempo. Vou ali toda semana, pegar minha filha e, às vezes tenho de esperar, ali. Vê-se o comércio todo e, tem gente que consome ali mesmo. Tenho feito denuncias várias, e vejo que continua tudo igual, sempre la, nas costas do Teatro Guaíra! Penso que seria o caso do Poder Municipal e Estadual se juntarem pra acabar com essa vegonha…!!!
    Agora, fico sabendo que Beto Batata é fechado !!!
    Lugar onde eu vou com a família, onde pode-se apreciar, além da boa comida, boa música e bons artistas.
    Não dá pra entender!!!

  13. RUBENS FELIX disse:

    É a hipocrisia Curitibana! Nós mesmos somos culpados disso! O bairrismo impera nessa cidade que mais parece um feudo de seculos atras! Amo essa cidade , mas ao mesmo tempo tenho nojo dela!!!

  14. Paulo Reginato disse:

    S´o soube hoje, que palhaçada… Quando algo é muito bom, inveja do sucesso fomenta a mesquinharia alheia. Beto, vc é bem maior que essa merda toda… Filhos da puta com o perdão da palavra…

  15. ELIAS ALVES FERREIRA (FUNCIONARIO) disse:

    Sou funcionario da casa ha 2 anos e nunca trabalhei em um lugar tão descontraido e familiar,onde as mães levam seus filhos
    sem ter a preocupação nenhuma com som alto ou coisas parecidas Estou muito triste .
    Pois nunca vi uma ação de tamanho Autoritarismo onde eu e meus companheiros de trabalhos nos sentimos constrangidos
    em ter que pedir para os nossos clientes e seus familiares se retirarem de uma forma constragedora sem terem tempo de pelo menos
    terminarem a sua refeição.
    O Beto e Nos não mereciamos isso .Pela sua historia de Vida.

  16. Otto Nascarella disse:

    É com tristesa que recebo tal notícia aqui do outro lado do mundo.
    Como foi muito bem pontuado acima, enquanto a policia sai para ações mirabolantes contra casas como o Beto Batata, a segurança de nossa cidade está jogada as traças. Morava na Rua Paula Gomes, onde ainda mora minha mãe, ao lado do Torto. A segurança do baixo São Francisco é feita pelo movimento na rua. Quando os bares fecham, aquilo vira a Zombie-land dos crack-heads. É triste ver uma cidade como a nossa passando por essa vergonha.

  17. igor disse:

    é uma pena realmente, nao entendo como que nao fecham a woods e muitos outros que fazem mto mais barulho…

  18. Luto pela Casa do Beto Batata « Curitiba é um copo vazio cheio de frio disse:

    […] Foto: Gilson Camargo […]

  19. Átila Jr disse:

    Esta região do ambiental já virou ponto de encontro e de diversão, é a expansão natural de uma cidade que cresce a cada dia. Estou solidário com o pessoal do Beto Batata e revoltado contra a prefeitura, esse tipo de ação pode deixar Curitiba uma cidade muito chata de se morar.

  20. Fucucu, Sibéria e o “proibido ser feliz” « Rodopiou disse:

    […] com grande tristeza que recebi a noticia do fechamento do Espaço Cultural Beto Batata do Alto da XV em Curitiba. O local que estava prestes a completar 12 anos foi alvo segundo alguns comentários de […]

  21. Fucucu, Sibéria e o “proibido ser feliz” « Rodopiou disse:

    […] com grande tristeza que recebi a noticia do fechamento do Espaço Cultural Beto Batata do Alto da XV em Curitiba. O local que estava prestes a completar 12 anos foi alvo segundo alguns […]

Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.