Olhar Comum » Arquivo » as ondas – virginia woolf – literatura, teatro, música e artes visuais

as ondas – virginia woolf – literatura, teatro, música e artes visuais

asondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_29_03_09a

“A minha alma é incomensurável” – dizia Virgínia Woolf. Sua literatura buscava revelar esta afirmação. Como medí-la? Como delinear seu personagem?

Num ensaio sobre esta questão, discordando da crítica de que ela e outros jovens contemporâneos não conseguiam criar personagens reais, verdadeiros e convincentes, ela afirmava: – “O escritor deve aproximar-se de seu leitor apresentando-lhe algo que ele reconheça, que estimule sua imaginação e o faça cooperar no momento em que tudo fica mais difícil, na intimidade. É de máxima importância que este ponto de encontro seja alcançado facilmente, quase que por instinto, às escuras, de olhos fechados. “As Ondas” foi a mais radical tentaviva de Woolf de transpor para o romance a incomensurabilidade da alma humana pela exploração do seu labiríntico espaço interior. A técnica usada para transpor os limites rígidos da narração descritiva e naturalista foi internalizar o narrador, mergulhando-o no caos da consciência dos personagens. Em As Ondas, o narrador descritivo limita-se a indicar quem está falando: “disse Susan”, “disse Neville”; mas o que se diz – sentimentos, suposições, reflexões, lembranças – são os próprios personagens que o fazem, e para ninguém mais senão para si mesmos através de monólogos de fluxo de consciência.

A concepção cênica e adaptação do texto oferecem ao público esta experiência. “Na literatura o livre fluxo é sentido pelo leitor na medida em que a não-linearidade da narrativa, a fragmentação, a simultaneidade são da estrutura do romance. Para alcançar uma experiência semelhante no teatro concebemos explodir a cena, de modo a permitir o fluxo simultâneo de corpos, imagens, sons e palavras: “um fluxo da escuta” – afirma Lori Santos, que junto com Simone Spoladore adaptou o texto. “No teatro o ator é o narrador, é quem conduz a escuta; então para torná-lo mais interior, tentando seguir os passos de Virgínia, optamos por reduzir a ação do ator e aumentar a ação do público.”

CLIQUE E OUÇA – Compromisso
Troy Rossilho
Composição: Octavio Camargo, Troy Rossilho, Alexandre França e Luiz Felipe Leprevost

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_27_03_09k
Brinde em homenagem a autora na estréia da montagem em Curitiba, dia 28 de março de 2009, aniversário de morte de Virginia Woolf.

luterodealmeida_as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_27_03_09
Luthero de Almeida.

lourinelsonvladmir_as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_28_03_09
Lourinelson Vladmir.

simonespoladore_as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_28_03_09c
Simone Spoladore.

chirisgomes_asondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_28_03_09
Chiris Gomes.

christianedemacedo_as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_28_03_09a
Christiane Macedo.

octaviocamargosimonespoladoremarceloscalzo_as_ondas_foto_gilsoncamargo_11_03_09web
Octavio Camargo, Simone Spoladore e Marcelo Scalzo. Música, teatro e artes plásticas.

rodrigoferrarini_as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_28_03_09
Rodrigo Ferrarini.

as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_marco2009a
“O público foi pro brejo”, instalação de Marcelo Scalzo em um dos cenários da montagem.

as_ondas_foto_gilsoncamargo_11_03_09
Durante leitura dos textos, em sentido horário: Tulio Viaro, Rodrigo Ferrarini, Simone Spoladore, Chiris Gomes, Marcelo Scalzo e Christiane de Macedo.

link para matéria de Valmir Santos no site do Festival de Curitiba: aqui

As Ondas (processo)
A partir do romance homônimo de Virgínia Woolf.
Adaptação e concepção cênica: Simone Spoladore e Lori Santos.
Equipe: Chiris Gomes, Christiane Macedo, Lori Santos, Luthero de Almeida, Marcelo Scalzo, Octavio Camargo, Rodrigo Ferrarini e Simone Spoladore.
Vídeo: Tulio Viaro
Cia. Sussurro – Mostra Fringe.

Local: Estúdio Marcelo Scalzo.
Dias 28 e 29 de março – sábado e domingo – 21h.
Rua Portugal, 339 – São Francisco – Curitiba / PR
Telefone: 3528 5322

as_ondas_foto_gilsoncamargo_curitiba_27_03_09l



8 comentários para “as ondas – virginia woolf – literatura, teatro, música e artes visuais”

  1. Maria Andrade disse:

    Olá Gilson
    Aqui é a Maria Andrade, nos encontramos na peça As Ondas no sábado (e inclusive nos sentamos embaixo da árvore com bolas de águas, eu, você e o Rafael Urban). Suas fotos do espaço ficaram muito bonitas e por um momento me levaram de volta pra lá. Que imensa alegria encontrar aqui a canção do Octavio. Ainda que eu continuasse tentando caçar as palavras pra lembrar a letra não conseguiria, acho que elas passaram dreto para outro lugar. Aproveito também o espaço para parabenizar, você e toda a equipe envolvida no processo de “As Ondas”. Tudo estava mágico. A leitura do texto, o espaço, a energia das canções a presença dos atores. De longe o que pude ver de melhor no festival e com certeza uma experiência pra ser guardada pra sempre.
    Abraço
    Maria

  2. Giselle H. disse:

    Cooonheço o teeeeeeeeeeempoo que leva pra cicatrizaaaaaaar… a passagem da quilha nas ondas do mar…

  3. katia horn disse:

    saimos, as tres, muito bem na foto!

  4. Ana Carolina disse:

    Luthero de Almeida, depois lembrei. O vi pela primeira vez, há muuuuito tempo no “O Carrasco do Sol” . Lembro como se fosse hoje, ele como o Velho Martim….. E agora, essa lembrança em “Ondas”… Que bom ficar ali escutando tão mágico contador de histórias. Realmente, lindo espetáculo – lá e aqui.

  5. Giselle H. disse:

    O fotógrafo conseguiu deixar as três fisicamente parecidas!

  6. Mariana disse:

    Olá,
    Estamos em junho/2009. Vi que a peça teve início em março…tenho chance de vê- lo ?
    Abs, Mariana.

  7. Helayne Cristina sena dos santos disse:

    Por favor eu gostaria de um texto de uma peça teatral onde o assunto basea-se “afetividade e sexualidade”.
    pois estamos com um projeto onde queremos apresentar para os demais.

    mim envie a resposta por esse email

  8. Joana disse:

    Olá. Estou lendo o romance “As ondas” e gostaria de ter acesso à música “compromisso” cantada por Troy Rossilho a fim de usá-la num trabalho a ser apresentado para uma discsiplina do mestrado em lit. semana que vem.
    é possível?
    Obrigada,
    Joana

Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.