Olhar Comum » Arquivo » cruel curitiba

cruel curitiba

curitiba_pr_brasil_foto_gilsoncamargo_2007.jpg
Rua Tibagi, esquina com Amintas de Barros – Centro

Sabia que jumentos morreram de fome neste ano no Ceará?
Sabia que em 2005 AVESTRUZES morreram de fome no Tocantins?
Sabia que no mundo, em 2007, por fome, morriam em média 16 crianças a cada minuto?
E que no meu prédio quase todo mundo morre de medo de ladrão?
Sabia Gilson Camargo?
Eu morro de vergonha das mulheres peladas na tv
E dos políticos que a gente tem
Eu morro de inveja dos corpos daquelas mulheres
E da grana que têm aqueles caras
Morro de vontade de beijar o Brad Pitt
Morro de raiva de congestionamento
Morro de saudades de quem já não posso abraçar
Morro de frio no inverno em Curitiba
E tô morrendo de vontade de fumar um cigarrinho.

Giselle Hishida



4 comentários para “cruel curitiba”

  1. Barbara disse:

    Perguntas que não conseguem calar.
    A tragédia do conflito urbano humano ….

  2. Mathieu disse:

    Estamos falando da mesma esquina, pelo visto. E de uma certa janela.

    O que é emblemático é que o texto do post é permeado de perguntas, enquanto a imagem – sem afirmar nem perguntar nada por si só – gera perplexidades – e interrogações – variadas em cada um.

    Uns morrem comendo sopa de papelão, outros de anorexia nervosa.
    Uns tem barriguinha de cerveja, outros carecem de alimento espiritual.
    Com a barriga roncando ou não, todos com fome de viver.

  3. foca disse:

    mathieu, vc é um poeta!!! que lindo!…

  4. silas correa leite disse:

    Olá Gilson
    Saudações
    Vou ver no blogue, sobre o que vc falou. Bem, pelo seu blogue, parabéns, gracioso, bonito. Valeu
    Sou do Paraná criado em Itararé, terra do Solda, do gaya, da Rogéria Holtz
    Moro em sp, tenho alguns livros, estudo, trabalho, escrevo, colaboro aí com uns 300 sites mais ou menos
    Vc é ator, não?
    Bem, era isso
    Abraços
    Silas
    Veja:
    http://www.artistasdeitarare.zip.net

Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.