Olhar Comum » Arquivo » ex-libris / coleção biblioteca pública do paraná

ex-libris / coleção biblioteca pública do paraná

dsc_9216.JPG
Giani Mantero – Itália
gravura em metal – 1937
artista: Michel Fingesten

O ex-libris, não obstante o valor histórico, artístico, ou estimativo que possa ter é, na maioria dos casos uma etiqueta que indica a propriedade de um livro. Pode também aparecer sob a forma de um carimbo ou de uma marca indelével, mas, fundamentalmente, é uma papeleta com a indicação do nome do proprietário do livro ou da biblioteca à qual a obra pertence.
Os ex-libris mais antigos surgidos no Brasil são de origem portuguesa, com a instalação da corte no Rio de Janeiro e a consequente vinda, em 1810, da Biblioteca da Ajuda.
As reproduções aqui apresentadas são do livro “Ex-Libris, Coleção da Biblioteca Pública do Paraná“, Imprensa Oficial – 2002.
Esta instituição aquiriu em 1981 a coleção de Ely de Azambuja Germano, com aproximadamente 2500 ex-libris de diversas procedências.

dsc_9200.JPG
Franz Glanz
gravura em metal – 1964
artista: A. Paunzen

dsc_9187.JPG
Lore Beissner – Áustria
linoleogravura

artista: Susi Delmar

dsc_9210.JPG
Johanna Kammer
gravura em metal
artitsta: Teubel

dsc_9183.JPG
Lorenzo Alessandri – Itália
xilogravura – 1955
artista: ipse-fecit

dsc_9225.JPG
Jacques Teutsch
gravura em metal
artista: M.E.R.

dsc_9223.JPG
Josef e Herma Sterrer
litografia
artista: Teubel

dsc_9190.JPG
Rafael Carcedo – Espanha
gravura em metal
artista: não identificado

dsc_9222.JPG
Wilhelm Speiser – Alemanha
gravura em metal – 1920
artista: Karl Leiberich

dsc_9224.JPG
Hans Stolle – Alemanha
litografia
artista: H. Nernst

dsc_9177.JPG
Biblioteca Nacional / RJ – Brasil
xilogravura de topo – 1903
artista: Eliseu Visconti

dsc_9162.JPG
Biblioteca Pública do Paraná – Brasil
desenho – 2001
artista: Denise Roman



3 comentários para “ex-libris / coleção biblioteca pública do paraná”

  1. foca disse:

    legal vc ter levantado a bola desse assunto, pois o conhecimento (e uso) do exlibris tá virando coisa de sociedade secreta, pois é sabido que se lê cada vez “menas” no geral, al contrário do que dizem as feiras literárias e os lobbys das grandes editoras. por falar nisso, quem é que compra tanto livro nessas terras?

  2. Ana Regina B. P. Diana disse:

    Gostaria de saber se possuem o Ex Libris de Nivaldo Braga.
    Agradeço a atenção

  3. Conversa com Versos III « Curitiba é um copo vazio cheio de frio disse:

    […] artista: Denise Roman (Retirado do Olhar Comum) […]

Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.