Olhar Comum » Arquivo » micro-história de kung-fu

micro-história de kung-fu

O jornalista e praticante de kung-fu Rodrigo Wolff Apolloni, numa das entradas da caverna de Lancinhas/PR

Manhã de brumas na mais remota das ermidas da China. Lá, onde a fênix mira o mundo, estavam o velho e a criança. Sentado em um canto de pedra, o ancião produzia uma flauta. O garoto, irriquieto, derrubava inimigos invisíveis.
“- Mestre, qual o maior de todos os guerreiros?”
“- Gafanhoto, olhe para dentro e descubra esse campeão. Se não encontrar, treine: o aço se conhece pela forja. E no dia em que você, do alto da mais sólida postura de montar a cavalo, esquecer a pergunta, terá a resposta. E agora calce as sandálias, porque nós vamos andar.”



Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.