Olhar Comum » Arquivo » museu de periferia do sítio cercado (mupe) – curitiba

museu de periferia do sítio cercado (mupe) – curitiba

mupe_foto_gilsoncamargo_sitiocercado_curitiba21_11_09bweb

Alunos da Escola Guilherme Lacerda Braga Sobrinho – Centro de Ação Integrada à Criança (CAIC), no Sítio Cercado, em Curitiba, mostraram seus desenhos e redações sobre o bairro no dia 21/11/09 durante a comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra. São mais de 150 desenhos e redações produzidos por alunos de diferentes faixas etárias do ensino fundamental. A proposta de documentação é do Museu de Periferia do Sítio Cercado (MUPE) em fase de implantação como Ponto de Memória, que conta com a orientação em metodologia e processos museais da equipe técnica do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). Os trabalhos foram exibidos em murais de cartolina. A atividade teve orientação da professora de história Simone Raia e será proposto em outras escolas do bairro em 2010.

mupe_foto_gilsoncamargo_sitiocercado_curitiba21_11_09web

Os desenhos e redações estão sendo reproduzidos fotograficamente e transcritos pela equipe do MUPE seguindo critérios museológicos de documentação e arquivamento e serão disponibilizados para o público como acervo digital na página do MUPE. A criação deste acervo permitirá a capacitação de moradores do bairro, através de oficinas de metodologias de reprodução digital de imagens e documentos, catalogação, arquivamento e disponibilização de conteúdos na internet.

evelin-goncalves_web

O MUPE desenvolve projeto de pesquisa sobre a “Memória Viva do Sítio Cercado” através dos relatos e das representaçôes dos moradores.  O bairro era uma área rural até o final da década de 70 e teve um crescimento gigantesco nos últimos 30 anos, abrigando hoje aproximadamente 160 mil moradores. Para além da história oficial produzida academicamente, os depoimentos expressam a mitologia ativa na comunidade sob a perspectiva de cada indivíduo e indicam novos caminhos para o desenvolvimento social.  Os desenhos revelam características locais presentes no imaginário dos alunos, dentre elas o grande adensamento habitacional, o trânsito de automóveis, a violência urbana e os equipamentos de lazer das escolas, com suas canchas de esportes, gangorras e escorregadores.

mupe_sitiocercado_curitiba21_11_09b

Link para a página do Museu de Perifeira do Sítio Cercado (Mupe) – Curitiba / PR

Link para post sobre o Museu de Favela (MUF) – Pavão, Pavãozinho e Cantagalo – Rio de Janeiro / RJ

gabriella-r

Na primeira metade do século XX, Laurindo Ferreira de Andrade adquiriu 180 alqueires de terra e instalou-se em uma região cercada de rios por todos os lados na região Sul de Curitiba. Esta localidade servia de pouso para tropas de gado pela facilidade de passagem e por ser cercada pelas águas.
Na década de 1940 seu Laurindo dividiu as terras com a família, onde cultivavam feijão, arroz, milho e hortaliças. Na década de 1960 a propriedade foi vendida a terceiros que iniciaram os loteamentos. Em 1992 ainda existia ali um grande vazio urbano que servia ao plantio de grama quando a prefeitura implementou dentro de sua área o Bairro Novo, um enorme loteamento com 12 mil lotes e área para mais 25 mil apartamentos. O Bairro Novo completou 17 anos em 22 de março de 2009 e nele já residem aproximadamente 60 mil pessoas.

romencija_web

Bairro de maior densidade populacional da cidade, o Sítio Cercado situa-se a 13 km do centro da capital, e abriga aproximadamente 160 mil habitantes em seus 11,2 km quadrados.

luan_web

DELIMITAÇÃO DO BAIRRO CONFORME O DECRETO 774/1975
Ponto inicial na confluência do Arroio Cercado e o Ribeirão dos Padilhas. Segue pelo Ribeirão dos Padilhas, Rua Eduardo Pinto da Rocha, Estrada do Ganchinho, Rua Nicola Pellanda, Divisa Sul da Vila Santo Antonio, Arroio Cercado, até o ponto inicial.

sitiocercado_foto_gilsoncamargo_curitiba_2006a

Vista panorâmica parcial do bairro Sítio Cercado a partir da rua Izaac Ferreira da Cruz, no Alto Boqueirão.



Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.