Olhar Comum » Arquivo » cada um faz do seu jeito

cada um faz do seu jeito

rizo_aurea_foto_gilsoncamargo_viladagloria_sc_brasil_jan_2008c.jpg
Vila da Glória/SC. 

Risoto de fungui em su tinta:

Para iniciar a esta receita espere começar a chover e coloque as crianças pra dormir. Não pegue no sono com elas. Volte para a cozinha.
Peça para alguém mais próximo fazer o fogo. Algo impossível para mim.
Tome um trago de qualquer líquido alcoólico que estiver mais próximo.
Apenas um pequeno copo. Quando estiver relaxado pode começar.
Pique uma cebola grande em pequenos pedaços. Note que com as mutações genéticas elas já não fazem mais chorar. Mas ainda deixam um cheiro terrível nas mãos.
Reserve.
Ferva dois litros de água e despeje em 100 grs de fungui chileno para hidratar por pelo menos meia hora.
Reserve.
Escolha uma panela grande e não muito funda, bem diferente desta que está na foto.
Aqueça rapidamente uma colher de manteiga bem cheia, uma quantidade generosa de azeite de oliva e um fio de óleo para não deixar queimar.
Coloque a cebola e mexa, assim que ela apresentar um aspecto ligeiramente transparente jogue uma mão e meia de arroz arbório por pessoa. Mexa.
Em seguida despeje um copo de vinho branco seco tragável. Não esqueça que tudo que você coloca na panela aparece no prato. Finalize esta etapa jogando umas pitadas de sal e quando não estiverem olhando ponha um envelope de tempero de legumes destes tipo sazon. Que vergonha!
A partir de agora não saia mais de perto do fogão. Peça para alguém trazer seu drink, pegar a criança que acordou, trocar o cd, alimentar o fogo… enfim tudo porque você não pode descuidar nenhum minuto.
Vá regando o arroz com a água do fungui. Ela deve estar quente. Não esqueça de continuar mexendo. À medida que o arroz for secando coloque mais água. Pode deixar que pedaços do fungui caiam displicentemente na panela.
Este ritual dura cerca de 40 minutos desde a hora em que o arroz foi lançado a sorte.
Quando for colocar a última água jogue todo o fungui junto.
Experimente. Ele deve estar deliciosamente úmido e ao dente.
Antes de servir, ainda na panela, coloque uma porção generosa de queijo ralado. Ponha no prato também.
Sirva com costeletas de porco que foram assadas no dia anterior.
Sugestão para entrada: torradas de alho. Não é necessário dizer como faz, né?
Bom apetite!

Aurea Alice Leminski

rizo_aurea_foto_gilsoncamargo_viladagloria_sc_brasil_jan_2008d.jpg

rizo_aurea_foto_gilsoncamargo_viladagloria_sc_brasil_jan_2008e1.jpg

rizo_aurea_foto_gilsoncamargo_viladagloria_sc_brasil_jan_2008cadaumfazdoseujeito1.jpg



Um comentário para “cada um faz do seu jeito”

  1. Dine disse:

    Gilson querido!
    delícia de blog, delícia deliciosa que deve ter ficado esta receita da Aurea e uma saudade imensa de vcs todos
    carinho dine

Deixe seu comentário

Ao acessar, percorrer e utilizar o site www.gilsoncamargo.com.br e seus sub-domínios, você estará aceitando as condições e termos aqui expressos, sendo responsável único e exclusivo, perante terceiros, sobre a (i) veracidade, (ii) legalidade, (iii) exatidão e (iv) boa-educação das informações que prestar e gerar nas caixas de comentários, isentando o mantenedor da página, de forma irrevogável e irretratável, de qualquer reclamação oriunda do mau-uso da página, pelo usuário. Se tiver qualquer dúvida a respeito de tais atributos, não comente.